Breaking News
Home / Jobs / As 7 principais linguagens de programação!

As 7 principais linguagens de programação!

O que são linguagens de programação?

Resumindo, linguagens de programação são padrões de codificação binária, com sintaxe e semânticas específicas. Desta forma, são capazes de criar instruções para máquinas. Graças a esses conjuntos de códigos e recursos, é possível criar programas e sistemas para resolver os mais diversos problemas do cotidiano.

Código Binário x Linguagens de Programação

Inicialmente, os computadores foram criados para realizar cálculos matemáticos de forma muito mais rápida do que seres humanos são capazes. Para que isso fosse possível, era necessário que as devidas instruções matemáticas fossem repassadas às máquinas. Nesse momento, surgiram as linguagens de programação.

Em outras palavras, para que uma instrução seja “entendida” pelo computador, é necessário que sejam escritas em linguagem de máquina, ou seja, códigos binários formados por sequências de 0 e 1.

Isso quer dizer que para aprender a programar, preciso aprender sobre codificação binária? Bem, esta é uma decisão sua, mas para te tranquilizar, a resposta é NÃO!

Programar diretamente em linguagem de máquina é sim possível, porém, é um processo lento e difícil, praticamente inviável nos dias de hoje devido a complexidade dos sistemas modernos. Sendo assim, para que você não precise codificar de forma binária, existem as linguagens de programação. Estas são próximas as linguagens humanas e, portanto, mais fáceis de serem lidas e compreendidas.

Para melhor compreensão!

O humano fala através de um idioma, já o computador entende binário. Então para que ambas as partes consigam se comunicar, é necessário um intermediário: uma linguagem de programação.

Através dela, é possível programar de uma forma que um compilador traduza as instruções para o computador (em binário). De outra forma, caso seja uma linguagem interpretada, as instruções seriam repassadas a um interpretador para a sua execução.
Resumindo, linguagens de programação existem para ser o canal de comunicação de um programador com o hardware (máquina).

Tipos de linguagens de programação

Existem diversas categorias para classificar linguagens de programação, nesse post, iremos citar as 2 principais:

Paradigma de programação

Um paradigma de programação, a grosso modo, é a forma utilizada para resolver um problema computacional. Linguagens podem suportar mais de um paradigma (linguagens multiparadigma), este a ser escolhido conforme o problema a ser resolvido. Abaixo, os dois principais paradigmas de programação.

Paradigma Procedural ou Imperativo

Conceito de programação que define softwares como uma sequência de comandos para o computador executar. O nome do paradigma, Imperativo, está ligado ao tempo verbal, onde repassamos “ordens” ao computador: faça isso, depois isso e depois aquilo.

Paradigma Orientado a Objetos

Paradigma mais popular atualmente, trata-se de um conceito de programação baseado no uso de componentes individuais. Estes são chamados objetos e fazem parte da composição do software.
Tentamos resumir. Contudo, paradigmas de programação merecem um post específico para o assunto. Pensando nisso, escrevemos o seguinte artigo para tratar esse assunto com mais detalhes.

Alto ou baixo nível

As linguagens também são classificadas em níveis (alto ou baixo). Existem aquelas em que a sintaxe se aproxima a uma linguagem humana, por isso entram na categoria das linguagens de alto nível.
Por outro lado, existem as linguagens que possuem sintaxe e semântica próximas ao código de máquina, portando, classificadas como linguagens de baixo nível.

As linguagens de programação mais populares

Antes de mais nada, é importante esclarecermos algumas questões:

  • As linguagens tratadas aqui não foram selecionadas ao acaso, nem de acordo com a nossa única e exclusiva opinião. Para essa seleção, nos baseamos nos conceituados rankings da TIOBE, IEEE Spectrum e Redmonk.
  • Como os rankings passam por frequentes atualizações (e o próprio mercado de TI também pode nos surpreender), apresentaremos as linguagens de programação que ficaram entre as mais populares nos três rankings.
  • Para essa lista, foram consideradas apenas linguagens de “programação”. Não foram consideradas outros tipos de linguagens da área de tecnologia, como linguagens de marcação (HTML), linguagens de folhas de estilo (CSS), linguagens de consulta estruturada (SQL) e entre outras.
  • A lista não está ordenada, pois existem diversos critérios de ordenamento, como: popularidade, relevância, empregabilidade e por aí vai. Além disso, as posições estão em constante mudança, pois a linguagem de programação que faz sucesso hoje, pode já não ser mais tão relevante mês que vem ou ano que vem. Pensando nisso, o post será atualizado de forma anual.

Vamos lá? Veja abaixo quais são as principais linguagens de programação, bem como, suas histórias, curiosidades, objetivos e características!

1º ➜ Linguagem Java

No início da década de 90, um grupo de engenheiros dava início ao Projeto Green, na empresa Sun Microsystems (hoje pertencente à Oracle). A ideia era criar novas tecnologias que permitissem a comunicação entre diferentes dispositivos utilizados no dia a dia das pessoas, como televisão, vídeo cassete, aparelhos de TV a cabo, eletrodomésticos e entre outros.

Sim, a ideia era promissora para a época, mas não deu certo, o mercado ainda não possuía espaço para a tecnologia. Mas nem tudo foi em vão, afinal, esse projeto deu origem à linguagem de programação Java. Com a expansão da internet, a linguagem foi conquistando espaço e sendo utilizada para executar aplicações nos browsers. Desta forma, transcendendo a simples interpretação de códigos HTML.

Atualmente ela é usada para diversos fins e está presente também em sistemas operacionais, dispositivos móveis, mainframes e por aí vai.
Como explicar esse sucesso?

Bem, existem diversas características que tornam a linguagem Java tão popular, talvez a mais em evidência nos dias de hoje seja o fato de que Java é a linguagem base para o desenvolvimento de aplicações mobile para Android, simplesmente a plataforma mobile mais utilizada no mundo. Entretanto, além disso, podemos citar:

  • A sintaxe similar a outras linguagens mais antigas, como C e C++. Isso proporciona fácil entendimento para programadores dessas linguagens.
  • Suporte à Orientação a Objetos – Java é uma das principais representantes das linguagens orientadas a objetos.
  • Portabilidade – a compilação do código fonte cria um executável que, por sua vez, será interpretado por uma máquina virtual. A máquina virtual funciona como um intermediário entre o código e a plataforma na qual esse código será executado. Isso permite que a aplicação seja executada em diferentes plataformas (Filosofia WORA: write once, run anywhere. Em português, “Escreva uma vez, execute em qualquer lugar”).
  • Alta performance e entre outros fatores!

Enfim, existem muitas outras características que justificam a importância e popularidade dessa linguagem. Se você pretende aprender Java fique a vontade.

2º ➜ Linguagem C

Criada pelo cientista da computação Dennis Ritchie em 1972, a linguagem C é derivada das antigas ALGOL 68 e BCPL. Ela surgia da necessidade de escrever programas de maneira mais fácil que a linguagem Assembly (mais próxima do código de máquina e, portanto, mais complexa de se entender).

No ano seguinte à sua criação, C é usada para escrever uma versão do sistema operacional Unix e, com isso, passou a ganhar notoriedade. Mas foi a partir do ano de 1978, com a publicação do livro “The C Programming Language”, que a linguagem passou a ser difundida no mercado, sendo utilizada também em outras áreas e para outros fins na programação de computadores.

Vantagens da linguagem C:

  • Por ser estruturada, a linguagem C torna o processo de desenvolvimento mais simplificado.
  • Fácil portabilidade
  • Simples, pois conta com um conjunto de bibliotecas de funções e sub-rotinas que auxiliam no desenvolvimento de sistemas.
  • Provê recursos também de baixo nível, permitindo a incorporação de códigos Assembly.

Hoje em dia, além de grande parte dos sistemas operacionais existentes no mercado serem escritos em C, a linguagem também é muito utilizada no desenvolvimento de interpretadores, compiladores, editores de texto, softwares de computação gráfica e tratamento de imagens, banco de dados e entre outros.

3º ➜ Linguagem Python

Criada no início dos anos 90, Python é uma linguagem de programação desenvolvida e distribuída pela Python Software Foundation, comumente utilizada para fins diversos na programação. Considerada uma linguagem de altíssimo nível, Python suporta diferentes paradigmas de programação e conta com recursos poderosos.

Uma das principais características da linguagem Python é a legibilidade do código. A linguagem possui uma sintaxe moderna e clara, o que favorece a escrita de códigos organizados, fáceis de compreender e manter, sem perda em produtividade.

Outras duas propriedades fazem do Python uma das principais linguagens de programação do mercado:

  • Suporte a múltiplos paradigmas de programação
  • Desenvolvimento comunitário, o que facilita a constante evolução da linguagem

Python é muito usado em aplicações web, soluções complexas, jogos e entre outros. Essa linguagem também é frequentemente ensinada em cursos de lógica de programação devido à simplicidade da sintaxe. Além de tudo isso, Python tem sido muito utilizado para o desenvolvimento de aplicações que se utilizam de técnicas de Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina (Machine Learning – ML).
Caso você não saiba por onde começar na lingaugem Python, dá uma lida nesse post criado pela comunidade Python.

4º ➜ Linguagem Perl

Perl é uma linguagem de programação criada e mantida pelo programador americano Larry Wall. A ideia de Wall era criar uma linguagem que, acima de tudo, fosse prática e proporcionasse mais liberdade ao desenvolvedor.

Principais características

  • Multiplataforma
  • Código aberto
  • Fácil de aprender, principalmente quando já se tem familiaridade com outras linguagens
  • Usos diversos: aplicações web, interfaces gráficas, programação de redes, processamento de textos, jogos, etc.

Quanto ao mercado de trabalho, há quem diga que a linguagem esteja caindo em desuso. No entanto, Perl continua em aprimoramento e ainda se mantém boas posições nos rankings mundiais de linguagens de programação. Entretanto, talvez não seja a realidade brasileiro.

5º ➜ Linguagem PHP

PHP é uma linguagem de programação de livre distribuição, utilizada em todo o mundo para criação de sistemas web dinâmicos. OK, mas o que significa PHP? É uma longa história, mas vamos resumi-la para você.

Com a expansão da internet, o programador Rasmus Lerdorf criou uma ferramenta simples para contabilizar o número de visitantes de suas páginas. Daí surge o Personal Home Page Tools, o embrião da linguagem PHP, baseado nas linguagens C e Perl.

Na segunda versão do PHP – que até então ainda não era uma linguagem de programação – novas funcionalidades foram adicionadas, dentre elas a interpretação de formulários. A partir disso, Lerdorf disponibilizou o código fonte do PHP para outros programadores que passaram a trabalhar no projeto e criar novos recursos à ferramenta.

Em 1998, os programadores israelenses Zeev Suraski e Andi Gutmans reescreveram o PHP, oferecendo novas funções e características capazes de torná-la uma linguagem de programação.

Desse modo, a linguagem se mantinha com o nome PHP, devido à popularidade já conquistada, mas o significado da sigla passava a ser PHP Hypertext Preprocessor, um acrônimo recursivo.

Os códigos PHP são interpretados no servidor, logo trata-se de uma linguagem server-side. Sempre que o navegador solicitar, o interpretador processa o código da página e gera um HTML, que será enviado como resposta ao cliente. Podendo incluir, por exemplo, informações do banco de dados, já que o PHP possui essa funcionalidade.

Principais características

  • Suporte tanto à programação estruturada, quanto à orientação a objetos
  • Fácil aprendizado (é necessário aprender HTML antes)
  • Boa performance
  • Portabilidade
  • Código aberto, é liberado para a comunidade de programadores trabalhar na evolução da linguagem e consultar problemas já resolvidos anteriormente

6º ➜ Linguagem Golang/Go

Go é uma linguagem de programação criada pela Google. Possui o propósito de aumentar a produtividade em projetos. A linguagem foi lançada em 2009, surgindo como solução para atender a diversas necessidades da empresa.

O foco da linguagem é a performance, buscando ótimos desempenhos tanto da compilação, quanto de processamento da aplicação. Golang é multiplataforma, com suporte para Linux, Windows, MacOS, entre outros.

Principais características

  • Código aberto
  • Combina recursos de alto e baixo nível
  • Sintaxe simples, buscando facilidade para aprender e programar
  • Altamente escalável
  • Ótimo recurso de programação concorrente

A linguagem Go vem alcançando posições cada vez melhores nos rankings das linguagens de programação. Dropbox, Uber e SendGrid são alguns exemplos de empresas que utilizam essa tecnologia. No Brasil, a tecnologia ainda não é muito forte.
Caso você tenha vontade de instalar essa linguagem no seu Linux, acesse esse howto no Blog.

7º ➜ Linguagem Swift

Criada pela Apple, Swift é uma linguagem de programação destinada ao desenvolvimento de aplicativos para as plataformas da marca, como Mac OS, iOS, Apple Watch e Apple TV.

Swift é open source e foi projetada também com o objetivo de proporcionar liberdade para os programadores. Possui sintaxe simples, performance e possibilidade incorporar códigos em Objective-C (antecessor ao Swift).

A linguagem Swift vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de TI. Afinal de contas, se você deseja trabalhar com os produtos da Apple, você precisa aprender Swift ou Objective-C. E, convenhamos, a Apple ocupa uma fatia substancial do mercado de TI.
Caso você tenha vontade de instalar essa linguagem no seu Ubuntu, acesse esse howto no Blog.

Links

About Nilton OS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *